A importância do IMC adequado na saude.

Nos últimos tempos, já se foi comprovado que o risco de se desenvolver patologias tais como a hipertensão arterial, doença arterial coronariana e diabetes Mellitus tipo 2, está intimamente relacionado ao grau de obesidade que o indivíduo apresenta.

Para se estabelecer esse risco e auxiliar o controle tanto dos profissionais de saúde e desporto quanto da população em geral, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou o Índice de Massa Corporal (IMC).
O IMC é encontrado através de um simples cálculo. É só dividir o peso do individuo (Em quilogramas) pela sua altura (Em metros) ao quadrado. Onde o resultado obtido será relacionado a uma tabela que determinará o grau de obesidade.
Diferentes parâmetros foram criados para adultos, gestantes e idosos.

Vamos verificar o seu resultado?

 

Para os indivíduos adultos:

Faixa do IMC            Índice                                Risco de doença

< 18,5                          Abaixo do Peso                  Baixo

18,5 a 24,99             Normal                                 Médio

25,00 a 29,99           Pré-obeso                            Médio

30,00 a 34,99          Obeso classe 1                     Moderado

35,00 a 39,99           Obeso classe 2                    Grave

>Ou = a 40,00         Obeso classe 3                   Muito Grave

 

Para as gestantes:

  • Mães com IMC menor que 18,4 (abaixo peso), devem aumentar entre 12,5 e 18 kg durante a gestação.
  • Mães com IMC entre 18,5 e 24,9 (peso ideal): de 11,5 a 16 kg.
  • Mães com IMC entre 26 e 30 (acima do peso): de 7 a 11,5kg.
  • Mães com IMC maior que 30 (obesa): Pelo menos 6 kg.

 

Para os Idosos:

 

  • Mulheres após os 65 anos:

 

IMC                               Classificação

Abaixo de 21,9         Subnutrido ou abaixo do peso

Entre 22,0 e 27,0     Peso ideal

Entre 27,1 e 32,0      Levemente acima do peso

Entre 32,1 e 37,0      Primeiro grau de obesidade

Entre 37,1 e 41,9      Segundo grau de obesidade

Acima de 42             Obesidade mórbida

 

  • Homens após os 65 anos:

 

IMC                                Classificação

Abaixo de 21,9          Subnutrido ou abaixo do peso

Entre 22,0 e 27,0     Peso ideal

Entre 27,1 e 30,0      Levemente acima do peso

Entre 30,1 e 35,0     Primeiro grau de obesidade

Entre 35,1 e 39,9      Segundo grau de obesidade

Acima de 40              Obesidade mórbida

 

Apesar de não diferenciarmos os indivíduos com componentes “gordo” e “magro” de massa corporal e os com pouco ou com grande quantidade de massa muscular. O cálculo do IMC é de grande valia para o controle do peso corporal e principalmente um importante sinal de alerta para o risco de doenças relacionadas à obesidade.